Pages

 

sábado, 19 de dezembro de 2009

Quente quando você quiser

2 comentários
Está chegando ao Brasil o café "hot when you want" (em português, "quente quando você quiser"), da Nescafé, desenvolvido na Universidade de Southampton, Inglaterra. Basta apertar um botão no fundo da lata, esperar três minutos e pronto! Café quentinho (a 60º C) por 20 minutos! Mas como isso é possível? Só pode ser alguma tecnologia de última geração... Será? Vamos conferir.

O café é aquecido pelo calor liberado numa reação que acontece ao apertarmos o botão no fundo da lata. É que toda substância tem uma certa energia armazenada em seu interior, por exemplo, na forma de ligações químicas entre seus átomos. Quando, numa transformação química, a energia contida nos reagentes for maior que a dos produtos, haverá uma sobra energética que será liberada na forma de calor. É o que chamamos de processo exotérmico.

Quando se dissolve cloreto de cálcio em água, por exemplo, acontece um fenômeno desse tipo. Algumas bolsas de água quente aproveitam o calor liberado nessa dissolução. Elas contêm a água e o sal separadamente. Na hora do uso, uma batida quebra o recipiente da água, que dissolve o sal, liberando calor. Apenas 40 g do sal são suficientes para elevar a temperatura de 100 ml de água de 20º C para 90º C!

O fogo grego, arma secreta dos gregos bizantinos que impediu os muçulmanos de tomarem Constantinopla na época das invasões árabes (século 7º)_ também utilizava uma reação exotérmica. Ele era uma mistura líquida e viscosa que se inflamava em contato com a água. Ainda hoje não se sabe a exata composição dessa arma, mas uma hipótese provável é que ela contivesse cal viva (óxido de cálcio, CaO) e petróleo, entre outras substâncias.

A reação da cal viva com a água é extremamente exotérmica. Assim, o calor liberado poderia ter inflamado o petróleo, que, sendo menos denso que a água, se teria espalhado na superfície do mar, queimando os navios inimigos.

CaO + H2O ---------> Ca(OH)2 Reação Exotérmica

Mas, afinal, qual será a tecnologia de ponta do "hot when you want"? Apenas um compartimento no fundo da lata que contém, separadamente, a cal viva (a mesma do fogo grego!) e a água. Ao apertar o botão no fundo da lata, a placa que separa essas duas substâncias se rompe e a reação começa. O calor desprendido na reação é então aproveitado para aquecer o café na parte superior da lata. Simples, mas genial!

Fonte: Blog Química a essência da vida

2 comentários:

Zer0 disse...

O mais importante foi a criatividade, quando se junta com química... é um estouro rs (que piadinha tosca)

vitor hugo disse...

e sobre a cerveja que gela
é mais o menos igual a esse processo, só que o que eu seii é que alguma substancia retira calor da cerveja... acho que é isso

Postar um comentário

Seguidores