Pages

 

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

3. Fronteiras da Química Inorgânica, Química de Materiais, Biologia e Catálise

0 comentários
Definição de Materiais: são todos os tipos de substâncias químicas usadas pelo homem para construir dispositivos com função específica. Exemplo de materiais: Polímeros, materiais cerâmicos, vidros, zeólitos, etc.

O vidro é um material curioso, dizemos que ele é amorfo, ou seja, não possui forma. Ele também pode ser definido como cerâmica transparente.

O vidro não pode ser considerado um sólido porque os átomos não estão completamente unidos ao ponto de formar uma estrutura cristalina rígida.

Por esse motivo, no passado costumava-se afirmar que o vidro se encontra no estado líquido, quem afirma que o vidro é um liquido de alta viscosidade, considera que o seu processo de fabricação se dá por meio do resfriamento de um liquido superaquecido (veja a foto), mas hoje o vidro é apenas classificado como amorfo, pois, não possui propriedades que são característica dos líquidos, tais como: compressibilidade, viscosidade intermediária entre o sólidos e o gasoso, tensão superficial e evaporação.


Química Biológica

Nos seres vivos predominam o carbono, o hidrogênio, o oxigênio, 93% do nosso corpo se resume nestes elementos, 6,1% corresponde a quantidade de nitrogênio, cálcio e fósforo, e 0,9% são outros elementos.

Pelo teor elevado de elementos fundamentais da Química Orgânica, por muito tempo acreditou-se que somente compostos orgânicos e as reações que os envolviam eram indispensáveis para a vida, e que os elementos inorgânicos não desempenhavam funções importantes, exceto o ferro presente no sangue, o cálcio presente nos ossos e o fósforo em processos metabólicos.

Um elemento é considerando essencial para o organismo quando sua deficiência provocam algum tipo de desordem fisiológica, e que quando os níveis voltam ao normal a ordem é restabelecida.

Atualmente a medicina reconhece 30 elemento como essenciais ao seres vivos, de acordo com a quantidade em que estão presentes no organismo são classificados como majoritários (de 5 a 62% da massa corporal), traços (de 0,001% a 0,006% da massa corporal) e ultramicro-traços (menores que 0,001% em quantidade indefinidas).

A Química Bioinorgânica é uma nova área interdiciplinar da química que se dedica a estudar os elementos traços e ultramicro-traços nos sistemas biológicos.

Outro ramo em é crescente o uso da química inorgânica em sistemas biológicos é o farmacêutico, compostos inorgânicos como Antimoniato de N-metilglucamina o tem sido empregados desde o tratamento de parasitas como a Leishmaniose, a Cisplatina e os derivados da platina tem sido empregados no tratamento de diversos tipos de câncer. Outro exemplo são os antiácidos usados para controlar a "queimação estomacal".



CATALISE 

Denomina-se catalise o processo na qual reação que ocorre na presença de um catalisador. O catalisador é uma espécie química que tem a capacidade de fazer com que moléculas regentes reajam numa velocidade maior do que reagiriam se não houvesse na presença do catalisador.




Assista a aula da UNIVESP que serviu de base para esta postagem.




REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BARAN, Enrique J. Suplementação de elementos traços.  Cadernos Temáticos de Química Nova na Escola - Nº 6. Julho de 2005.

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores